AMAR O PRÓXIMO
COMO A SÍ MESMO
Quebre a barreira do mínimo, há muito trabalho, erga as asas da sabedoria e do amor para ajudar nossos irmãos e irmãs que tanto precisam.
         Reiki é um tratamento que utiliza uma técnica de imposição das mãos. Atua com resultados concretos na ansiedade, stress, depressão, insonia, medo, insegurança, assim como nos órgãos, tecidos e sistemas. O Reiki é preventivo e harmonizador, agindo sempre na causa dos problemas.
INTRODUÇÃO AO REIKI
A HISTÓRIA DO REIKI
NÍVEIS DO REIKI
PRINCÍPIOS DO REIKI
YANTRAS DO REIKI
APLICAÇÃO DE REIKI
TÉCNICAS DE REIKI
ENERGIA VIBRACIONAL
CORPOS SUTIS/CHAKRAS
MEDITAÇÃO
MANTRA
MUDRÁS
KUNDALINI
PRANAYAMA
 
  SÍMBOLOS DO REIKI

O AMIDA SANZON

Segundo Dave King, nas anotações de Hayashi e Tatsumi sobre as origens dos símbolos do Reiki, haviam várias referências a documentos taoístas, como o Tao Tsang (enciclopédia taoísta com mais de 5000 volumes), assim como menções à Amida Sanzon.


O Amida Sanzon refere-se a uma trindade de deidades veneradas pelo Budismo Tendai (que ocupou o Templo Kurama até 1949).

Crê-se que cada uma dessas deidades esteja ligada aos símbolos do Reiki, pelos seus aspectos divinos e pelas influências que teriam exercido sobre Usui, dado que este era (quando jejuou durante 21 dias no Monte Kurama) adepto do Budismo Tendai

 

SEICHI BOBATSU E O 1.º SÍMBOLO

Seishi Bosatsu é a divindade que atua com todo o vigor. Segura uma Flor de Lótus com a mão esquerda e, com a mão direita, envia-lhe a força da energia da sabedoria que a faz desabrochar.

É também conhecida pelo nome em sânscrito: Mahasthamaprapta.Seishi Bosatsu usa o grande poder da sua sabedoria para despertar a natureza e sabedoria búdicas de todos os seres. O seu voto é o de iluminar todos os seres, com o poder da sabedoria, mantendo-os distantes dos reinos inferiores e ajudando-os a alcançar a iluminação.

O Sutra da Meditação para a Vida Eterna explica o seu voto no qual Seishi Bobatsu "iluminará tudo com a Luz da Sabedoria, protegerá as pessoas dos três caminhos do mal da transmigração, e ajuda-los-á a atingir o inexcedível poder". Estes três caminhos são caracterizados pelos mundos do sofrimento e da ilusão, incluindo:

  1. O inferno (os seres humanos dominados pela fúria e ódio, exprimidos com ira, frieza emocional, desordens mentais graves e comportamentos autodestrutivos);
  2. Os fantasmas famintos (os seres humanos dominados pela ganância ou pela carência, que se sentem vazios, querendo sempre mais e nunca estando satisfeitos, com uma profunda sensação de empobrecimento, pensando somente neles próprios e em negações);
  3. As bestas ou animais (os seres humanos retardados metais, com maus julgamentos, facilmente exploráveis, impulsivos, que têm ganância pelas satisfações terrenas: o corpo, a comida, o sexo, o sono e o calor).

Existe ainda uma ligação de Seichi Bobatsu à energia da Terra.

AMIDA NYORAI E O 2.º SÍMBOLO

Amida Nyorai é uma das principais divindades orientais e simboliza algumas das qualidades espirituais do ser humano, como por exemplo, a sabedoria para chegar à realização da sua própria natureza. É também conhecida pelo nome em sânscrito: Amitabha.

É uma divindade venerada por proporcionar "tranqüilidade espiritual" ajudando a atingir a Budidade, a Satori, ou a "tornar-se uno com Deus". Tudo isto vem explicado, no muito lido, Sutra Amida, onde está escrito que "a emanação e luz de Buda é infinita e ilumina todos os países em dez direções, sem qualquer obstrução". É por isso que é conhecido como o "Buda da Luz Infinita".

Personifica a sabedoria primordial que reconhece a expressão individual de cada um, a sabedoria que transmuta o veneno do desejo e do apego, que vê claramente todos os fenômenos, de forma simultânea e sem qualquer tipo de confusão.

A cor associada à Amida é o vermelho (como o rubi). O seu símbolo é o Lótus (padma em sânscrito), que representa a compaixão, a pureza, a natureza verdadeira.
Existe ainda uma ligação de Amida Nyorai à energia da Lua.

KANNON BOBATSU E O 3.º SÍMBOLO

Crê-se que o terceiro símbolo do Reiki esteja relacionado com Kannon Bobatsu (ou Kanzeon Bosatsu), o Bodhisattva da Compaixão.

É também conhecido pelo nome em sânscrito: Avalokiteshvara. Kannon é a personificação da Compaixão Divina com poder e perícia ilimitada. Kannon fez o voto de ouvir as vozes das pessoas e os sons do estado do mundo, garantir a salvação de todos aqueles que sofrem e dissipar o mal e as calamidades que nos rodeiam, antes de entrar no Nirvana.Para tal, Kannon pode adquirir diversas formas (masculinas e femininas), aparecer em locais e tempos diferentes, livremente, sem qualquer restrição (de tempo ou espaço) para salvar as pessoas (trazer equilíbrio ou curar), e por esta razão, é conhecido como o Bodhisattva - Que Compreende Sem Restrições (de passado, presente ou futuro).

Na Índia, é conhecida como Avalokiteshvara, no Tibet como Chenrezig e como Kuan Yin na China. É muitas vezes retratada com mil braços, com um olho em cada mão, simbolizando a observação atenta e a ajuda imediata a todos aqueles que sofrem.
Existe ainda uma ligação de Kannon Bobatsu à energia do Sol.

DAINICHI NYORAI E O 4.º SÍMBOLO

Seichi Bobatsu, Amida Nyorai e Kannon Bobatsu, emanam duma deidade suprema, Dainichi Nyorai, criadora de todos os seres.

No Budismo Tendai acredita-se que todos os seres são capazes de atingir a Iluminação nesta vida, ao compreender que, cada ser está unido ao Dainichi Nyorai.

Existe ainda uma ligação de Dainichi Nyorai à energia do Universo (que engloba as outras três deidades, Seichi, Amida e Kannon).

DEFINIÇÃO BUDISTA TIBETANA DOS SÍMBOLOS

Os cinco símbolos do Reiki correspondem aos cinco níveis da mente. Juntos, eles eliminam a dualidade mente-matéria, desintegrando o ego para alcançar os níveis mais altos ao final do Caminho da Iluminação (Nirvana Budista). Uma vez alcançado esse estado, o ser não tem mais a necessidade da reencarnação. O uso original dos símbolos não foi para a cura (material), mas para Iluminação da ajuda ao próximo – os cinco níveis de sabedoria que culminam na Iluminação.

Primeiro símbolo: Início ou entrada, estágio de geração. Colocação da mandala no coração. Meditação até que não haja diferença entre mente e o mundo. Vazio, desprendimento do plano terrestre. O primeiro passo, a primeira experiência. (Definição dada pelo Reiki: o interruptor de luz.)

Segundo símbolo: A Terra e a pessoa encarnada são consideradas territórios impuros. O território impuro (amarelo) é purificado pela sabedoria do ouro. Purificação, transmutação, mudança alquímica de matéria impura para ouro (pureza). Essa é a Iluminação que poucos atingem (estado de Buda) pela compreensão e esvaziamento do ego. Purificação pelo fogo da sabedoria em ouro ou pureza. (Definição dada pelo Reiki: cura emocional, purificação, limpeza, proteção).

Terceiro símbolo: Sem passado, sem presente ou futuro. Libertação da ilusão e do karma (karma definido como a criação da mente). A mente cria o tempo, limitação de espaço e ilusão. A iluminação é ir além da mente ao estado de Buda (Deus ou Deusa dentro de si) em todos nós. Quando a mente está alerta, existe abertura e desprendimento: liberdade de tempo, espaço, ilusão, limitação. Dissolução de limitação significa compreensão das coisas. (Definição dada pelo Reiki: cura do passado, do presente, do futuro; cura do karma, cura a distância).

Quarto símbolo: “A pessoa com o coração Mahayana de doação” ou “Templo da luz branca”. A pessoa que deseja a Iluminação alheia há de alcançá-la. Ela entende que a base de compreensão de todas as coisas é uma grande unificação (união, consciência em Deus/Deusa). Quando ela se ilumina, liberta-se da reencarnação e do sofrimento. No Budismo, essa é a única cura real. (Definição dada pelo Reiki: cura da alma ou espírito).

Quinto símbolo: Concluir/completar, alcance do nirvana inferior, esvaziamento do ego, aparição da imagem de Buda;Deus/Deusa Interior. Liberdade, iluminação, paz total. Libertação da ilusão do mundo material, libertação do corpo e da reencarnação, cura total. No Budismo, esse símbolo é usado dos pés até o chakra da coroa para afastar um espírito, entidade ou ser de um corpo. No Reiki, é usado do chakra da coroa aos pés para absorver a energia do Universo para o corpo/ser. (Intenções opostas e significado: Reiki é o uso material dos símbolos, Iluminação é o uso espiritual budista. O pensamento budista considera o corpo e sua cura irrelevantes.) (Definição dada pelo Reiki: o raio de luz, conclusão, integração.)

FOTO KIRLIAN DOS SÍMBOLOS DO REIKI

PRIMEIRO SÍMBOLO SEGUNDO SÍMBOLO TERCEIRO SÍMBOLO
         
2005 - Reiki - Site confeccionado com materiais disponibilizados na internet Design by Eduardo Fonseca