Reiki


 Introdução
Reiki é um sistema natural de harmonização e reposição energética, mantém e recupera a saúde em um amplo sentido. Esta terapia complementar pode ser realizada por qualquer pessoa que recebeu a sintonização no Reiki, através de um toque suave ou a curta distância do corpo, não ficando limitado apenas a isso, porque o Reiki pode ser aplicado através do sopro, olhar, percussão, deslizamentos, entre outros. Tudo isso associado a diversas técnicas e princípios. Esta terapia complementar trabalha em conjunto com todas as medicinas e outras terapias, nunca excluindo ou substituindo qualquer uma delas. O praticante não precisa de conhecimentos médicos já que não é realizado diagnósticos, usa a perspectiva holística.
Mikao Usui, nasceu a 15 de agosto de 1865 na aldeia japonesa de Taniai, na província de Gifu, e falecido a 09 de março de 1926 em Fukuyama, na província de Saga. Sua mulher se chamava Sadako Suzuki. Seu filho Fuji morreu a 10 de julho de 1946, aos 38 anos de idade. Sua filha Toshiko faleceu em 1935, aos 22 anos. Segundo as inscrições de sua pedra memorial no Cemitério Saihoji, Usui Sensei foi um homem cordial, simples e modesto, sempre com um sorriso nos lábios.

Mikao Usui dedicou-se ao estudo e após um retiro no Monte Kurama compreendeu sua verdadeira essência aonde possibilitou criar o sistema que hoje conhecemos como Reiki. Conheça mais sobre a história do Reiki.
Não é preciso acreditar no Reiki para receber a energia salutar, não se baseia na cura pela fé, basta estar disposto. Esta terapia complementar pode ser realizada por qualquer pessoa que recebeu a sintonização no Reiki, através de um toque suave ou a curta distância do corpo, não ficando limitado apenas a isso, porque o Reiki pode ser aplicado através do sopro, olhar, percussão, deslizamentos, entre outros. Tudo isso associado a diversas técnicas e princípios. Esta terapia complementar trabalha em conjunto com todas as medicinas e outras terapias, nunca excluindo ou substituindo qualquer uma delas.

A energia do Reiki atravessa sem problemas qualquer tipo de material, por isso a pessoa que recebe o tratamento não precisa se despir ou entrar em uma situação embaraçosa. Se for possível aconselhamos usar vestes confortáveis, apropriadas e com cores claras.

A energia salutar do Reiki não é polarizada, por isso inofensiva, sem efeitos colaterais ou contraindicações. A pessoa que aplica o Reiki não manipula ou controla a energia Reiki, o mesmo tem atitude de canal, que simplesmente permite a energia fluir de acordo com a necessidade de cada um, nem a mais e nem a menos, no momento em que a área/local se equilibra, deixa de emanar a energia salutar.

A energia sutil e amorosa do Reiki, porem intensa, atua em um amplo sentido, nos problemas físicos, psicológicos, emocionais e espirituais. Não existe um padrão para o número de sessões e nem da duração, depende muito de cada caso.
Não. O Reiki adapta-se a qualquer cultura, credo ou raça. Não utiliza quaisquer instrumentos auxiliares. Inclusive os praticantes conservam suas crenças e religiões. Reiki é um sistema natural de harmonização e reposição energética.
Necessário analisar os propósitos, em grande maioria sim. Nem todos vão ser "multiplicadores" do Reiki.

Precisa de uma atenção especial no caso de crianças. Caso a mesma realizar o curso que possua no mínimo 7 anos. Cursando apenas o primeiro nível. A criança sintonizada no Reiki só deve realizar aplicações nos familiares sem distúrbios, animais de estimação sadios e plantas. Ficar apenas nos autotratamentos seria o mais aconselhável.

Nada como uma boa conversa com o shihan de Reiki para sanar as dúvidas antes de realizar o curso.
Sim, o tratamento a distância pode ser realizado por aqueles que realizaram o segundo nível do Reiki. Importante você saber que as qualidades vibracionais variam entre os praticantes.
Mikao Usui teve 2.000 discípulos até sua morte, e desses formou pessoalmente 20 shihan (professores), entre eles o mais jovem era Hayashi Sensei, então com 47 anos de idade. Ogawa Sensei contou que, em 1996, apenas 6 membros no total de 500 da Usui Reiki Ryoho Gokkai foram promovidos a shihan. Tradicionalmente existiam cuidados que hoje em dia, fora da Usui Reiki Ryoho Gokkai estão sendo ignorados na grande maioria. O pretendente tornava-se um assistente, tinha uma permissão limitada. O shihan observava o pretendente para verificar se a nova posição não alimentava o EGO e se continuava irradiando cada vez mais amor e compaixão. Ele não tinha o direito de pedir essa promoção, oferecida pelo shihan com grande honra.

Cuidado com quem realiza o curso de Reiki, um certificado impresso não é o suficiente. Analise os próprios exemplos do suposto "Mestre" como é chamado no ocidente. Sua experiência adquirida, seu amadurecimento espiritual. Em sua paz mental, ouvindo o seu coração vai saber a resposta para essa pergunta.
A "reciclagem" é um termo utilizado dentro do Reiki-ho para definir uma nova participação em um nível especifico. Isso é solicitado pelo shihan (professor) para uma revisão do conteúdo teórico de prático pertinente ao nível solicitado. Durante a reciclagem é ministrado um novo Reiju (sintonização) reforçando o canal. A "reciclagem" pode ser gratuita ou pode ter um valor acordado.

Em alguns casos uma reciclagem não é o mais indicado e sim refazer o(s) curso(s) conforme a orientação do shihan. Isso pode garantir o preparo do praticante. Não por invalidar o conhecimento do professor antecessor e sim para garantir que o praticante tenha o conhecimento e os utilize corretamente. Em alguns casos isso ocorre por ter cursado um sistema diferente de Reiki daquele pretendido.
A linhagem do Reiki representa a ascendência de professores, um histórico do conhecimento que foi praticado e passado de professor para professor, aonde todas partem do fundador Mikao Usui. Essa sucessão começa ao receber uma devida sintonização de Reiki por um apto professor. O praticante leva esse respeito em seu coração com grande honra, transmitindo e contribuindo para levar a luz amorosa do Reiki para todos que lhe cercam.
CONCLA (Comissão Nacional de Classificação) é órgão responsável pela classificação de profissões e ligado ao Ministério do Trabalho e ao IBGE. Aonde o Reiki foi enquadrado sob código 8690-9/01 - Atividades de práticas integrativas e complementares em saúde humana.

por Eduardo F. Fonseca