Reiki


 Artigo.

Lições do Bambu.

  •    21/05/2016
  •    Eduardo F. Fonseca
Na cultura japonesa a natureza tem um importante significado e relacionamento, essa ligação simples e natural traz a harmonia universal em cada estação do ano. Como por exemplo as flores de cerejeira (sakura) que permanecem alguns dias representando a fragilidade da vida, nascimento e a velocidade das mudanças cuja lição é velar adequadamente cada momento; O pinheiro negro (kuromatsu) representando a figura masculina, o guerreiro, o símbolo da longevidade; clêmatis (fuji) simbolizando a fidelidade, fortuna e vida longa; A íris (hanashobu) significado de poder e felicidade; O Salgueiro (yanagui) relacionado com à misericórdia divina; A orquídea (ran) representando a filosofia; A lótus (hassu) representado a perfeição espiritual; O girassol (himawari) representando a adoração; O bambu (take) representando superação, lealdade, flexibilidade e crescer com força. Exemplos são muitos dessa ligação com os elementos naturais.

Entre esses elementos um se destaca aos praticantes de Reiki por causa da simbologia ser pertinente aos princípios do Reiki, o bambu (take 竹). Além disso as lições do bambu estendem-se aos praticantes de Reiki por serem um canal, que no vazio (paz interior, quietude mental) podem deixar fluir a energia salutar do Reiki. Estado de paz interior, livre do ego e coração cheio de amor. O Reiki não é só um método terapêutico como muitos pensam no ocidente, existe uma bonita filosofia, trazendo virtudes aos praticantes se assim desejarem. Usui Sensei nos ensinou que o Reiki é a Arte Secreta de Convidar a Felicidade. Começai hoje mesmo a vos modificar, pois quanto melhor for a vossa transformação íntima, maior também será a recompensa.

Lições do bambu

As lições do bambu continuam:

- Flexibilidade. Em uma ventania ou no rigoroso inverno japonês o bambu se curva. O movimento de curvar do bambu é uma expressão de humildade e não-resistência. Após a ventania ou o degelo o bambu volta a se erguer com todo o seu esplendor. Flexibilidade é adaptação às diversas circunstâncias da vida. Nossa capacidade de se levantar com uma nova perspectiva. A humildade é o sentimento que deve permanecer sempre dentro de cada ser humano. Ninguém é perfeito e sábio o suficiente para não ter que silenciar e aceitar.

- Vazio interior. O bambu não é maciço. O vazio é a fonte de boas qualidades. Se sua mente estiver transbordando não poderá pensar de uma forma adequada e nem permitir novos pensamentos. Medite!!!

- Paciência. O bambu leva décadas para florescer e dar sementes, sem pressa e tudo no seu devido tempo. Mesmo plantado por semente desenvolve seu bulbo e broto, porem o seu crescimento só vai ocorrer após suas raízes se aprofundarem. Somente após essa estruturação que ele cresce rapidamente até grandes alturas. Paciência para construir uma base solida é fundamental para ser duradoura. Cultivando a paciência para outros possam dela beneficiar-se.

- Crescimento. O bambu cresce rapidamente de acordo com a estação do ano. A pessoa cresce nas adversidades da vida, todos tem um grande potencial de crescimento e uma longa jornada. A ociosidade e o desinteresse atrasam a caminhada perdendo importantes oportunidades que surgem à frente.

- Resistente. O bambu não tem seu diâmetro grande como muitas árvores, mesmo assim atingem grandes alturas por causa de sua resistência e firmes raízes estruturadas. No íntimo de cada um existe uma grande força, suportando muitas adversidades para viver em plenitude.

- Já está pronto. O bambu tem sua utilidade na forma que está. Tudo que a pessoa precisa já está ao seu lado, nem a mais e nem a menos, mas na medida necessária para o avanço. Trazendo a simplicidade com menos esforço. Mãos à obra e segui para frente.

- Diversas utilizações do bambu. Como o Reiki que contribui para o alivio de diversos males, levando a pessoa em direção a saúde física e mental. A felicidade proporcionada aos outros se transforma em dádivas e bênçãos para vós mesmos.

- Direção. Os nós do bambu dão a sua resistência projetando sempre para o alto. Os nós simbolizam os diferentes estágios da vida, tudo em seu tempo. A projeção para o alto simboliza o nosso objetivo e direção, sem criar galhos que nos desvie. Viver para aprender e para evoluir. No trabalho está a redenção, e no amor, a verdadeira razão de vossas vidas! ...

- Estar preparado. O bambu armazena água e nutrientes para as estações com escassez. Através do estudo, vivencia e elevação moral estaremos preparados, oscilando menos e observando aquilo que deve ser trabalhado. Sede fortes e persistentes. Procurando colher as flores que encontrardes em vossa estrada, para depois fazer delas um belo ramalhete.

- União. O bambu não cresce sozinho e ao cair apoia em outro. Simbolizando a união e apoio que sempre temos para nos reerguer se assim quisermos. Mesmo caindo o bambu brota outra vez. Cooperação. Trabalhemos juntos, vibraremos juntos e amemos juntos. Assim a caminhada será menos árdua e mais curta...

- Equilíbrio. Se o bambu tivesse muitas divisões seria rígido e se partiria, se não tivesse divisões seria muito flexível e também se partiria. O bambu tem o equilíbrio para ser flexível e resistente. Precisamos fazer a nossa parte e encontrar o equilíbrio, sem excessos e sem faltas. Para tudo, é necessário a dosagem certa. Esse é o caminho para a felicidade e paz.

O bambu que se curva é mais forte que o carvalho que resiste.
Provérbio japonês


Todos os artigos